domingo, 29 de junho de 2008

Tattoos

Gosto de ver um programa no Pleople & Arts que se chama Miami Ink, e é sobre um estúdio de tatuagens em Miami, onde os tatuadores e a tatuadora são, ao que parece, muito conceitados no meio.

Gosto de ver as obras de arte que eles fazem, mas sobretudo, apela-me as histórias de quem se desloca ao estúdio para as fazer.

E sempre pensei dessa forma em relação a tatuagens. Fazer para se ter, só porque está na moda, escolher qualquer desenho bonito, a mim não me diz nada.

Sempre disse que só faria uma tatuagem se algo de muito importante me acontecesse na vida, e alterasse profundamente a forma de a ver e de a viver.

E isso aconteceu! Por isso, decidi fazê-lo! Sinto muita vontade de tatuar o nome do meu filho, que desde que nasceu, fez de mim uma mulher completamente nova, incrivelmente forte e mais segura que nunca.

Assim que houver um dinheirinho extra, vou fazê-la e depois venho aqui mostrá-la.

Entretanto, a minha sister-in-law fez uma esta semana que vos deixo aqui. Por acaso, quero fazer a minha exactamente no mesmo sítio que ela fez a dela.

1 comentário:

Rosa disse...

Olá, estás desactualizada, já tenho uma nova tatoo, um jota com flor rosa e um jota com flor azul...tu sabes porquê, mas não a consigo meter aqui.BOLAS
Ass. sister in law